A saga de Percy Jackson: do enredo à mitologia original


Por Maria Fernanda Moraes

Todo mundo deve lembrar daquele professor na escola que se entusiasmava com a matéria a ponto de interpretar personagens na sala de aula, certo? É exatamente esse o perfil que assume Rick Riordan, autor da saga de Percy Jackson (Editora Intrínseca).

Rick já foi professor de História e começou a escrever os livros por causa de seu filho mais velho, que foi diagnosticado com TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade). Isso porque um dos interesses do garoto era a mitologia e, assim, mesclando personagens fictícios e história, surgiram as aventuras de Percy e seus amigos semideuses contra o malévolo Titã Cronos.

A série Percy Jackson e os Olimpianos conta com cinco livros (além dos volumes complementares). Mais recentemente, Rick lançou também a série Os Heróis do Olimpo, que tem um total de cinco volumes, mas apenas o dois primeiros foram lançados no Brasil. O terceiro título, A Marca de Atena, chega às livrarias em maio, junto com Diários do Semideus, um guia da série Os Heróis do Olimpo

Esse será o segundo guia lançado. O primeiro – Percy Jackson e os Olimpianos, Guia Definitivo – ajuda a compreender melhor o universo da primeira saga e organiza os personagens. Aproveitando essa onda dos guias, o Saraiva Conteúdo resolveu relacionar algumas passagens da série à mitologia original. Os livros trazem, por exemplo,o Oráculo de Delfos, a Medusa, as Parcas, o Olimpo (que fica no 600º andar do Empire State) e a velha luta dos deuses que afeta o destino final dos heróis.


MITO X MITOLOGIA

Para começar, é bom compreender que o mito é a narrativa criadora por excelência e a mitologia é o conjunto completo dessas narrativas heroicas, ou seja, a essência dos povos que as contaram.

HERÓI X SEMIDEUSES

“Todo herói é um semideus, mas nem todo semideus é um herói”. Na mitologia grega, existiram vários semideuses que foram frutos da união de um(a) deus(a) com um(a) mortal, como Teseu, Perseu, Helena de Troia, entre outros. Essa concepção também é usada na série de Rick. Assim, para um semideus alcançar o status de herói, ele depende de seus atos e suas ações no mundo. Por exemplo: Teseu, Perseu e Hércules são semideuses e heróis porque acabaram com monstros como o Minotauro, a Medusa e o Leão da Nemeia, respectivamente. Já Helena de Troia, filha de Zeus com a mortal Leda, não realizou nenhum grande ato heroico.

PERCY OU PERSEU

No livro, Percy (apelido extraído de seu nome, “Perseus”) é o filho de Poseidon com uma mortal, e aqui aparece uma diferença da série em relação à mitologia. Originalmente, Perseu é filho de Zeus. No enredo do livro, Zeus tem uma filha – Thalia Grace – assim como na mitologia (uma das nove musas, filhas de Zeus e Mnemósine, chamava-se Tália). Apesar dessa pequena diferença, Percy traz as características de herói corajoso e capaz, como o Perseu da mitologia. Ele encontra as Parcas e derrota a Medusa, como no original.


Annabeth Chase e Percy Jackson
OS IRMÃOS ZEUS, POSEIDON E HADES

Na série, Rick explica que os três irmãos Zeus, Poseidon e Hades não podiam ter filhos com mortais, já que eles nasceriam mais poderosos do que os demais semideuses. Isso também acontece na mitologia, pois esses três deuses eram considerados os principais do panteão grego. O autor ainda explica que o pacto resultou de alguns problemas surgidos a partir disso. Ele dá a entender, por exemplo, que os pilares da Segunda Guerra Mundial eram filhos dos três deuses. Desde então, foi estabelecido o pacto (apesar de não ter durado muito tempo para Zeus).

O POLÊMICO HADES

Hades é o deus do mundo dos mortos, o que torna a sua imagem um pouco ambígua para alguns leitores, que o enxergam como um vilão (no filme, essa impressão de vilania é mais explorada do que nos livros). Apesar de não ser “o bom moço”, ele tem uma grande importância em vários mitos. Para Hades, Poseidon quebrou o pacto ao ter um filho, o que deixou o senhor dos mortos transtornado.

ANNABETH CHASE

É filha de Atena. Aqui surge outra diferença no enredo de Riordan. Na mitologia, Atena nasceu na cabeça de Zeus, já adulta e armada, e permaneceu virgem durante toda a história mitológica. Ela é a deusa da sabedoria, das artes e da guerra. Assim, Annabeth possui muitas habilidades guerreiras, uma mente sábia e um espírito justo. A explicação do autor para essa diferença é que a deusa gera filhos do mesmo modo que foi gerada, a partir de sua cabeça.

HERANÇA DOS SEMIDEUSES

No enredo de Riordan, os semideuses são levados ao acampamento meio-sangue para se tornarem heróis. O autor decidiu dar aos semideuses as principais características de seus pais, aspecto que não aparece na mitologia original. Dessa forma, os filhos de Atena são inteligentes, os filhos de Apolo são ótimos arqueiros e Percy, filho de Poseidon, tem grandes poderes sobre a água.

ACAMPAMENTO MEIO-SANGUE

É onde os semideuses treinam suas habilidades e podem, possivelmente, ser reconhecidos pelos seus pais. Caso isso não aconteça, eles são enviados ao Chalé de Hermes, que aceita todos os semideuses. São doze chalés no total, uma clara referência aos doze deuses olímpicos: Zeus, Poseidon, Hades, Atena, Apolo, Ártemis, Deméter, Hefesto, Dionísio, Hermes, Ares e Afrodite.

Ilustração do acampamento Meio Sangue


CURIOSIDADES

-Hades não possui chalé e foi substituído pela deusa Hera (apesar de ela jamais ter tido um filho com um mortal).
- O chalé de Ártemis está sempre vazio, já que na mitologia a deusa é a mais pura e casta dentre os Olímpicos.

RELAÇÃO ENTRE SEMIDEUSES

Os protagonistas Percy e Annabeth (filhos de Poseidon e Atena) vão se tornando amigos e terminam como namorados(no quinto e último volume da série). Na mitologia grega, entretanto, Atena e Poseidon vivem num eterno conflito. Uma das histórias conhecidas dessa rivalidade é a disputa pela cidade de Atenas, que acaba com a vitória da deusa.

Rick também apresenta na série uma relação amorosa entre a filha de Afrodite, Selena Beauregard, e o filho de Hefesto, Charles Beckendorf. Na mitologia original, Afrodite se casa com Hefesto, mas o trai com deuses e mortais, e eles não chegam a ter filhos.



2 comentários:

  1. Oie ;)

    Conheci seu blog hoje, e realmente adorei.
    Adorei o post.
    Já estou seguindo o blog, e convido você para seguir o meu também.
    Beijos.

    http://pensamentoliterario5.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vindo e obrigada por seguir!

      Excluir

 
Layout feito por Ad�lia S� | N�o retire os cr�ditos