[Resenha] A Seleção

Título: A Seleção
Autor: Kiera Cass
Número de páginas: 
368
Editora: Seguinte
Classificação: ✭✭✭

Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

Sabe aquele livro que quando você começa a ler não quer mais largar? Bem, A Seleção é desses, ele tem uma linguagem simples e fluida que me permitiu que conseguisse ler o livro por completo em pouco mais de 24 hrs. Existem várias comparações desta trilogia com Jogos Vorazes, mas apesar de ambas trilogias se  tratarem de uma distopia, onde numa sociedade pós guerra é criada uma competição exibida em rede nacional, que terá apenas um vencedor, elas são bem diferentes. Se você procura ação com em Jogos Vorazes, com certeza não vai encontrar neste livro, pois nele a distopia é apenas um pano de fundo para a história, pois o livro é mais um romance.

Em A Seleção somos apresentados ao país de illéa, onde após uma luta para se liberta do domínio da China, os EUA passa a ser uma monarquia onde a sociedade é divida em 8 castas, sendo a casta 1 a família real e a 8 os que vivem literalmente a margem da sociedade. Conhecemos America Singer, uma jovem cantora da casta 5 que é apaixonada por Aspen com quem namora escondido há 2 anos. America tem grandes planos para o futuro dos 2, como casamento e etc., porém o romance dois é praticamente impossível, pois Aspen é um 6, mais pobre que America e sua família nunca aprovaria tal casamento, além de que neste país tal união é muito burocrática. 
Como se já não houvessem problemas suficientes na relação de America e Aspen ela é selecionada para representar sua província numa competição onde 35 garotas irão disputar o coração do jovem Príncipe Maxon. Para todas as garotas essa competição é a chance de mudar suas vidas, exceto para America, que apesar de reconhecer que esta competição trará um qualidade de vida melhor para a sua família, considera o fim de seus sonhos e planos, já que esta competição não tem um tempo determinado, pode durar dias, meses ou até mesmo anos, o príncipe é quem decide.

Durante a competição o príncipe Maxon se mostra interessado justamente pela garota que está ali "só pela comida" e que não dá a mínima para ele nem para "a coroa", America. Com o decorrer da história vemos que ele e America conseguem criar uma amizade de certa forma sólida, e em dado momento vemos que existe a possibilidade de America se apaixonar pelo príncipe. Apesar de eu não ser fã número 1 de triângulos amorosos, em A Seleção consegui ficar intrigada, pois vemos que America está bem indecisa em relação aos garotos e tem motivos para escolher tanto um quanto outro. Para alguns essa indecisão da personagem pode até parecer irritante, mas em se tratando de um triângulo amoroso, mas na  minha opinião, não saber de início quem a personagem de fato quer, torna a história menos previsível.

Boa parte do livro gira em torno da luxuosa vida no castelo e em como America tenta se adaptar à esta vida, apesar de haver 35 garotas em um castelo que disputam o príncipe ou a coroa, a história não é tão cheia de agitação e o fato de logo de início o príncipe já ter a sua predileta acho que estragou um pouco a graça da competição. Tirando isso achei o livro muito bom, como eu disse no início ele é fácil de ler e o contexto distópico torna o livro mais interessante, diferente dos romances comuns. Em breve irei ler A Elite e conto para vocês o que eu achei do segundo livro. 


8 comentários:

  1. Camila Teixeira15/01/2014 16:13

    Esse livro é fantastico, também o li em menos de 24 horas! rs

    Super concordo com você no ponto em que coloca a diferença dessa saga com a de Jogos Vorazes, são temáticas totalmente diferente, mas ambas encantadoras!

    http://livrologias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Aii eu quero tanto tanto tantooooo esse livro :'(

    Já ouvi falar também de algumas comparações com Jogos Vorazes, mas pelo que você disse é bem diferente

    xoxo

    http://imaginebelleblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Mayse Silva20/01/2014 14:34

    O que eu mais gostei foi isso a fácil leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Mayse Silva20/01/2014 14:35

    Sim são temáticas diferentes, mas aposto que você irá amar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Aline Furtado20/01/2014 16:48

    Oi Mayse!
    Sou doida para ler essa série, pretendo ler em breve.
    Sempre vejo ótimas resenhas sobre o livro e a sua foi uma dela, me despertou ainda mais vontade de ler!
    Beijos


    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sandra Mendes23/01/2014 21:15

    Oi, Maysei!

    Vi seu blog no grupo Blogueiros Literários e vim aqui te visitar e seguir. :)
    Eu tenho A Seleção, mas ainda não li. Espero gostar tanto quanto vc.
    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  7. Lery Kunzler04/02/2014 10:00

    Uau, que bacana esse livro! Eu não tinha ouvido falar sobre ele ainda, mas parece ser ótimo. Adorei sua resenha e com certeza vou querer lê-lo!

    Beijos, Lerissa. :D

    lerissakunzler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Mayse Silva04/02/2014 16:57

    É muito legal mesmo esse livro, eu amei. Espero que você goste também.
    Beijos Lery!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Ad�lia S� | N�o retire os cr�ditos